Vómitos nos gatos o que fazer?

Vómitos nos gatos o que fazer?

A maioria dos gatos podem apresentar vómitos de vez em quando e geralmente pode até nem ser nada agravante. Contudo, em alguns dos casos pode ser sinal de um problema mais sério.

Os gatos são geralmente menos propensos a ficarem doentes em relação aos cães, uma vez que tendem a pedir um pouco de mais cuidados acerca do que comem.

Hoje iremos perceber como poderemos actuar caso o nosso gatinho esteja a passar por episódios de vómitos
Gato doente

Em primeiro lugar devemos ter em conta que por vezes torna-se difícil perceber quando o nosso gatinho se encontra realmente doente.

Tem alturas que elas escondem a doença e quando a demonstram já se encontra num estágio mais avançado.

Existem alguns sinais que podem ajudar a descobrir se o seu gato está doente.Um deles é que ele tem tendência a isolar-se em locais que não costuma ir.

Por estar triste poderá dormir com mais frequência ou então o ronronar pode indicar sinais de dor.

O que vou ver?

Se o seu gato ficar doente, poderá o ver lamber o lábio, deglutição excessiva. Quando o gato vomita verá fortes contrações abdominais e balançando a cabeça, seguido de expulsão de vómito.

Vale a pena anotar quantas vezes ele vomita, talvez tirar uma foto usando a câmera do seu telefone, no caso de precisar de mostrar ao veterinário.

Atenção:

De facto um gato pode vomitar por problemas de bola de pelo, mas também poderá ser outro motivo mais sério. Se o seu gato vomitar mais que uma vez é importante que coloque o seu Veterinário ocorrente do que está a acontecer.

Porque o meu gato está com vómitos?

Os vómitos podem ser causados por qualquer coisa que irrita o estômago ou que impede de se mover ao longo do trato digestivo.

Assim, as possíveis causas incluem, bolas de pêlo, infecção, parasitas (vermes), diversas plantas e toxinas, rim, fígado, ou doença pancreática, objectos estranhos, fatores dietéticos e cancro.

Se o seu gato está vomitando bolas de pêlo irá ver nozes emaranhados de pêlo.

 

Às vezes utilizando uma preparação laxante pode ajudar ao pêlo passar através do tracto digestivo.

Alguns gatos alimentados com uma dieta seca vomitam alguns dos seus biscoitos pouco tempo depois de comer se tiverem comido rápido.

Os biscoitos secos incham consideravelmente no estômago e eles simplesmente vomitam o excesso.

O que posso eu fazer se o meu gato estiver doente?

Na sequência de um único episódio de vomito, verifique se o seu gato tem as gengivas pálidas ou arrepios, apatia, diarreia, febre ou outros sinais de doença.

Se possível, localize o alimento ou objeto que causou o vómito.
Retire os alimentos das tigelinhas por cerca de 2 horas, mas continue a fornecer água.

Se não há mais vómitos, tente oferecer uma colher de chá da sua ração habitual.

Se ele se mantém em baixo, continue a oferecer pequenas quantidades de alimentos a cada poucas horas para as próximas 24 horas.

Em seguida, volte para a sua rotina de alimentação normal.

Se o seu gato continua a vomitar, não bebe água tem sangue ou material incomum no vómito, deve chamar o seu veterinário imediatamente.

Se o seu gato está vomitando em várias ocasiões, pode haver um problema subjacente que terá de ser diagnosticado pelo seu médico veterinário.

Conclusão

Muitas das causas de vómitos não podem ser evitadas, mas através da remoção de todos os alimentos potencialmente prejudiciais ou objetos de ambiente do seu gato pode ajudar a minimizar o risco de vomito.

Veja também:

Ajudar um gato sem apetite a voltar a comer
Gato não come, o que fazer?
Como saber se o seu gato está a sentir dor

O Blog Universo de gatos não assume qualquer responsabilidade pelo conteúdo desta página.

Este conselho não é um substituto a uma consulta adequada com um veterinário e destina-se apenas como um guia. Entre em contato com o seu veterinário local para aconselhamento ou tratamento imediato.

gato com vómitos, gato doente, gato está a vomitar, gato está doente, gato vomita, gato vomitando, intoxicação, vómitos


Nídia Silva

"Os gatos fazem parte da minha vida, não me imagino a viver num universo sem eles..." Decidi criar este blog por necessidade de partilhar e fundamentalmente ajudar quem necessita de informações, tal como eu. No fundo, apesar de ser um blog, considero este meu trabalho uma fonte de recursos. Há dias que necessito de recorrer a informação para as minhas três gatas e sendo uma delas insuficiente renal com apenas 1 ano de idade... tenho de estar 100% atenta ( a minha fonte de motivação maior! ). Beijinhos e muitos ronrons!! :D

Mantém-te ligada

Junta-te a comunidade e subscreve à newsletter semanal, assim ficas a par das últimas novidades.

© 2019 Universo de Gatos de Nídia Silva com ❤ Todos os direitos reservados