É possivel educar um gatinho surdo e ainda aprender muito com ele!

Viver com um gato surdo

É possível educar um gatinho surdo e ainda aprender muito com ele!

Podemos educar e treinar um gato surdo de forma eficaz. Ainda que possa levar um pouco mais de tempo comparando com um gato que não tenha qualquer problema de audição, os resultados são muito bons quer para o gato quer para nós.
Criar uma boa comunicação pode minimizar essa situação. Fique a conhecer algumas dicas.

 

“Ensinar e treinar um gato surdo significa que é possível comunicar de forma eficaz”

Os gatos surdos confiam nos seus sentidos restantes, especialmente na visão e no toque.
As vibrações de todos os tipos assumem um novo significado para um gato surdo. Ele pode sentir vibração enquanto você estiver a andar, ou o fechar uma porta.
O gato surdo geralmente observa muito mais do que pode imaginar. A vibração da sua própria voz é outra sensação que podem notar e desfrutar. Um gato surdo pode miar mais alto do que os gatos sem problemas de audição.

Muitas das vezes eles posicionam-se de alguma maneira para minimizar o risco de serem assustados. Eles podem querer
saltar para lugares muito altos como por exemplo o topo de um frigorífico ou um parapeito de uma janela. Pode resguardar a sua segurança criando pontos de observação em várias zonas da casa.
Uma cortesia para um gato surdo é caminhar com um passo mais pesado ou tocar suavemente a superfície sobre a qual
eles dormem para que eles saibam que está perto.

Que sinais de mão eu devo fazer para me comunicar com meu gato surdo?

Não existem sinais de mão definidos. A chave é escolher alguns que quer usar, e depois ser persistente.
Algumas pessoas simplesmente criam os seus próprios sinais usando a sua imaginação.
Não importa os sinais que escolhe, contudo deverá ensinar à família e amigos para que eles possam comunicar com a mesma linguagem também!

Por onde devo começar a ensinar e treinar o meu gato surdo?

Como com qualquer processo de ensino e treino, tenha paciência, persistência e criatividade. Se houver gatos auditivos em casa ou no seu trabalho, poderá ser mais fácil porque o gato surdo aprenderá as rotinas domésticas desses gatos.Comece com o básico, como “anda cá. ”

Para obter a atenção do gato surdo, quando ele olhar para si, use o seu sinal “anda cá” e depois aponte para perto de si, ou para um sofá que esteja ao seu lado, ou então para o seu colo caso esteja sentado. No final recompense-o com uma festinha ou uma guloseima. Maior parte dos gatos respondem muito bem quando são recompensados!
O mesmo princípio aplica-se na hora do jantar. Quando se aproxima a hora usual para uma refeição, procure a atenção do seu gato e use o gesto que escolheu á medida que vai avançando para a área de alimentação. Com paciência verá que não vai demorar muito e o seu gatinho estará a comunicar consigo!

 

Existem gestos definidos especiais que eu possa aplicar no meu gato surdo?

Podemos tirar proveito em fazer outros gestos a um gato surdo.
Certifique-se de usar a sua voz e expressões faciais apropriadas quando estiver a ensinar. Sorria quando estiver a fazer o gesto “venha aqui” ou “vamos comer”. Vinque a testa com o polegar para baixo ao ensinar “não”.
Pode usar um ponteiro a laser ou uma lanterna para tocar ou direcionar a atenção do seu gato a um lugar específico.
Pode considerar adquirir um colar vibrante que permita que faça uma vibração quando quizer chamar a atenção do seu gato ou distraí-lo de um comportamento indesejável.

Posso ensinar e treinar o meu gato que ficou surdo por causa da idade?

É um mito dizer que não pode ensinar um velho gato com novos truques. Qualquer gato (incluindo gatos auditivos) pode aprender sinais manuais. Os gatos mais velhos podem aprender coisas novas, incluindo sinais de mão. Os princípios do treino são os mesmos que para um gato que nasce surdo.

“Nunca deixe o seu gatinho sair de casa sozinho.”

Um gato surdo nunca deve ser deixado a sair á rua sozinho. Um gato surdo não consegue ter a percepção do perigo como por exemplo se for abordado por cães ou outros gatos. Se fizer isto pode facilmente cometer um erro fatal.

Dito isto, se realmente quizer passear com o seu gato na rua deve usar um arnês confortável e uma coleira.
Outra opção é criar um recinto ao ar livre anexado à casa que seja seguro.

O Blog Universo de gatos não assume qualquer responsabilidade pelo conteúdo desta página.

Este conselho não é um substituto a uma consulta adequada com um veterinário e destina-se apenas como um guia. Entre em contato com o seu veterinário local para aconselhamento ou tratamento imediato se estiver preocupado com a saúde do seu animal de estimação – mesmo que estejam encerrados, existe hospitais que dispõem de turnos diurnos e noturnos. Descubra mais sobre o que fazer em um fora de horas de emergência.

Gostou do artigo? Então NÃO deixe de PARTILHAR com os amigos!

gato surdo, gatos e saúde, gatos surdos, saúde, surdez


Nídia Silva

"Os gatos fazem parte da minha vida, não me imagino a viver num universo sem eles..." Decidi criar este blog por necessidade de partilhar e fundamentalmente ajudar quem necessita de informações, tal como eu. No fundo, apesar de ser um blog, considero este meu trabalho uma fonte de recursos. Há dias que necessito de recorrer a informação para as minhas três gatas e sendo uma delas insuficiente renal com apenas 1 ano de idade... tenho de estar 100% atenta ( a minha fonte de motivação maior! ). Beijinhos e muitos ronrons!! :D

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Mantém-te ligada

Junta-te a comunidade e subscreve à newsletter semanal, assim ficas a par das últimas novidades.

© 2019 Universo de Gatos de Nídia Silva com ❤ Todos os direitos reservados