envenenamento em gatos: não cometa estes erros

Envenenamento em gatos: Não cometa estes erros

Ao contrário do que pensamos, uma intoxicação não é apenas causada pelos venenos, existem outros factores que contribuem para provocar um envenenamento em gatos.

Lotes de substâncias que estão ao nosso redor todos os dias pode fazer com que um gato seja envenenado.

Os gatos são mais frequentemente expostos a venenos por comê-los mas estes também podem ser inalados ou absorvidos através da pele.

Não há sinais específicos que cubram todos os tipos de envenenamento. E por isso é fundamental que nós sejamos responsáveis pelos nossos animais. Este artigo irá abordar várias situações que podem prejudicar o seu gatinho

Seguem os tópicos que serão abordados:

  • Principais perigos para gatos nas épocas sazonais
  • Medicamentos humanos
  • Medicamentos de animais
  • Plantas tóxicas para gatos
  • Alimentos altamente prejudiciais
  • Dermatite por contacto com objeto tóxico
  • Toxinas por inalação
  • O que fazer em caso de intoxicação em gatos?

Principais perigos de envenenamento em gatos nas épocas sazonais?

Primavera e Verão

Permetrina (insecticidas):  A permetrina é um inseticida  normalmente utilizado para remover pulgas em cães. É muito tóxico para os gatos.

O envenenamento em gatos acontece durante todo o ano, mas há um pico no final do verão quando os números de pulgas são os mais elevados.

Os gatos podem ser envenenados após os seus proprietários erroneamente usarem um produto de cão no gato, ou então também podem mostrar sinais leves após o contacto próximo com um cão recentemente tratado.

Os efeitos são geralmente rápidos no início. Os sinais de envenenamento por insecticidas incluem salivação, tremores, espasmos e convulsões.

Qualquer produto restante deve ser lavado no pêlo do gato (ou cortado em gatos de pêlos compridos) usando água fria, água muito quente vai aumentar a absorção do produto.

Controlar as convulsões é muitas vezes difícil e o seu gato pode precisar de ser hospitalizado por vários dias.

Sapos: Os sapos são mais ativos ao amanhecer e ao anoitecer e a maioria dos incidentes relacionados com um sapo ocorrem à noite quando os gatos os lambem.

Os sintomas de um gato intoxicado são: formação de espuma, dor ao redor da boca, vómitos, convulsões e entram em colapso em casos graves.

Pelotas de lesma: Este é um veneno comum que vemos em cães, no entanto, existem casos ocasionais em gatos.

O composto tóxico é metaldeído (nota – nem todas as lesmas contêm metaldeído). Apenas pequenas quantidades de pelotas de lesmas são necessárias para causar envenenamento significativo.

Os sinais serão vistos dentro de uma hora após a ingestão e incluem falta de coordenação motora, espasmos musculares, tremores e convulsões.

Animais de estimação precisam de tratamento veterinário urgente para que possam sobreviver de envenenamento com pelotas de lesma.

Anti-histamínicos: A ingestão de grandes quantidades de anti-histamínicos pode resultar em sinais de envenenamento em gatos, incluindo vómitos, letargia, falta de coordenação motora, uma oscilação e tremores.

Os sinais são visíveis dentro de 4-7 horas após a ingestão. Alguns gatos podem se tornar hiperactivos.

Outono e Inverno

Etilenoglicol: Infelizmente envenenamento por etilenoglicol é comum e visto nos gatos. O etilenoglicol é o composto na maioria dos tipos de anticongelante e está também presente em outros produtos.

Tem um cheiro e gosto doce, então os gatos podem beber através de poças / derramamentos no chão ou lambem as patas se caminharem por algum local .

A dose tóxica é muito pequena e até mesmo algumas gotas de etilenoglicol numa poça será o suficiente para causar danos renais graves que podem ser fatais.

Os sinais são visíveis nas primeiras horas após a ingestão, mas são leves e fáceis de perder. Eles incluem vómitos, salivação,  (embriaguez – etilenoglicol é um tipo de álcool).

Após as primeiras 24-48 horas, os sinais de envenenamento estão relacionados com a insuficiência renal e incluem perda de apetite, vómitos, micção excessiva ou nenhuma micção.

Procure atendimento veterinário urgente se você suspeitar que o seu gato tenha ingerido etilenoglicol – quanto maior o atraso entre a ingestão do anti congelamento e o início do tratamento, menos favorável será o tratamento.

Colares luminosos: Consistem em tubos de plástico com um núcleo de substâncias químicas luminescentes, que são aparentemente atraentes para gatos mas são responsáveis pela maioria das intoxicações relatadas.

A mistura química é muito irritante para as membranas mucosas da boca – causam salivação, vómitos e dor de estômago.

Medicamentos de humanos provocam envenenamento em gatos

Suponha que todos os medicamentos humanos  podem desenvolver uma intoxicação em gatos, salvo instruções em contrário do seu médico veterinário.

Alguns como o paracetamol são altamente tóxicos para os gatos e pode levar à insuficiência renal ou hepática e a morte.

Medicamentos Animais

Cada vez mais os medicamentos animais estão a ser produzidos para serem administrados aos nossos gatos de forma fácil. Muitos deles apresentam um gosto do seu agrado.

A desvantagem é que caso o seu gato se apoderar da medicação pode comer uma dosagem maior do que deveria. Certifique-se de manter todos os medicamentos  dos animais guardados fora do seu alcance.

Plantas tóxicas para animais

Quase todas as plantas são tóxicas para eles. Por isso, infelizmente o ideal é não ter plantas ao alcance do seu gatinho.

Os Lírios são um bom exemplo de constituir um risco para o seu gato. todas as partes destas flores são altamente tóxicas para o seu gato.

A ingestão de pequenas partes destas flores ou folhas podem ser responsáveis por quadros de intoxicações graves que originem insuficiência renal aguda em gatos.

Os sinais clínicos desenvolvem-se rapidamente e em média de 1 a 3 horas após a ingestão do lírio, mas em alguns casos podem ocorrer até 5 dias.

Estes sinais incluem: vómito, anorexia, depressão, aumento do consumo de água e volume de urina, ocasionalmente ataxia, desorientação, edema de face e das pata, convulsões.

Muitas plantas causam inflamação da pele, boca e estômago, ou podem levar a falência renal.

Ficam listadas abaixo algumas plantas tóxicas que podem levar a envenamento em gatos. Suponha que todas as partes da planta que são venenosas, embora algumas  podem ter concentrações mais elevadas de toxina do que outras.

 
  • Lírios (Lilium sp.) (Incluindo narcisos)
  • Sago palma (Cycas revoluta)
  • bulbos de tulipa e Narciso (Tulipa e Narcissus sp.)
  • Azáleas e rododendros (Rhododendron sp.)
  • Espirradeira (Nerium oleander)
  • Mamona (Ricinus communis)
  • Cyclamen (Cyclamen sp.)
  • Kalanchoe (Kalanchoe sp.)
  • Yew (Taxus sp.)
  • Amaryllis (Amaryllis sp.)
  • Autumn Crocus (Colchicum autumnale)
  • Crisântemo (Chrysanthemum sp.)
  • Inglês Ivy (Hedera helix)
  • Paz (sp Spathiphyllum.) Lily
  • Pothos (Epipremnum aureum)
  • Schefflera Schefflera (Brassaia actinophylla)

Alimentos que podem matar o seu gato 

Álcool: Por favor, jamais dê ao seu gato bebidas como cerveja, licor, vinho, whisky, etc. Estes produtos têm um efeito similar ao dos seres humanos no cérebro e no fígado, e o pior de tudo é que destroem muito mais rapidamente os seus órgãos.

Duas colheres de whisky podem deixar em coma um gato com pouco mais de dois quilos. Mais uma colher e o animal morre.

Chocolate: O chocolate pode ser fatal para os gatos porque contém teobromina, um agente que é tóxico para estes animais. Todos os chocolates são perigosos mas o chocolate preto e o chocolate de cozinha são os piores.

Ao ingerir chocolate, o gatinho pode ficar com o ritmo cardíaco alterado, tremores, convulsões e até mesmo morrer.

Café, chá, bebidas energéticas:  Dar cafeína em grandes quantidades ao seu gato pode ser fatal. Infelizmente não existe nenhum antídoto que o pode salvar.

Apos a ingestão  da cafeína o seu gato poderá manifestar sinais como respiração acelerada, palpitações, hiperatividade, tremores musculares, entre outros sintomas.

A cafeína está presente no café, no chá, no cacau, no chocolate, na coca-cola e em bebidas energéticas como Red Bull.

Carne crua, ovos, peixe: As uvas e as passas provocam falhas nos rins. Até pequenas doses destes alimentos podem deixar um gato doente.

Esteja atento a sinais como vómito e hiperactividade. Mesmo que o seu gato não se dê mal com uvas ou passas, coloque-as fora do seu alcance.

Cebola e alho: As cebolas (cruas, cozinhadas, em pó ou casca) são altamente venenosas para os nossos gatos. Os compostos de enxofre, atacam os seus glóbulos vermelhos.

O seu consumo pode causar vómitos, diarreia, irritação das mucosas e até anemia,  e até mesmo levar o seu gatinho a anemia ou falência renal.

Atum: Acredito que ao lerem isto estão a interrogar? mas sempre dei atum ao meu gatinho e nunca lhe fez mal! Sim é verdade, não é que seja tóxico.

Se der atum natural ao seu gatinho de vez em quando como petisco não tem qualquer problema, no entanto se der apenas atum ao seu gato irá ter uma alimentação deficiente.

Carne e peixe cru: A ingestão de carne e peixe cru pode levar a uma envenenamento em gatos devido a bactéria. Para além disto, há uma enzima no peixe que destrói a tiamina, uma vitamina B essencial para os gatos.

A falta de tiamina pode causar problemas neurológicos, convulsões e pode deixar o animal em coma.

Fígado: A ingestão de grandes quantidades de fígado pode levar a doses tóxicas de vitamina A no sangue, pelo que pode afectar os ossos do gato.

Pode causar deformação, osteoporose, crescimento de ossos nos cotovelos e na espinha, e até morte.

Comida de cão: Apesar de terem ingredientes semelhantes, a verdade é que a alimentação de um cão não é vocacionada para as necessidades dos gatos.

As rações dos gatos contêm vitaminas, proteínas específicas e necessárias, um gato pode ficar mal ficar mal nutrido.

Dermatite por contacto

A dermatite por contacto pode ocorrer se o seu gato entrar em contacto com algo que provoca irritação na pele.

Se o seu gato lamber ou engolir essas toxinas,a boca e o trato digestivo podem ser afetados também.

Esteja atento a qualquer substância estranha no corpo do seu gato.

Observe se existe algum cheiro anormal, especialmente um cheiro químico, vermelhidão, inchaço, perda de pêlo, coceira, bolhas ou úlceras na pele ou nas patas em que a substância esteja presente.

Verifique se o gato tem tosse, feridas na boca, vómitos ou diarreia.

A dermatite por contacto pode ser causada por produtos químicos domésticos, inseticidas e produtos petrolíferos.

Toxinas por inalação

Uma variedade de substâncias inaladas podem induzir a envenenamento em gatos

Em geral, essas substâncias são as mesmas que poderiam causar problemas nas pessoas, tais como monóxido de carbono, fumaça, vapores de água sanitários e outros produtos de limpeza , pulverizador de inseticidas.

A maior parte destas substâncias irritam as vias respiratórias.

Se o seu gato está exposto a uma toxina que inalou, retire-o imediatamente para uma área aberta e bem ventilada com ar limpo, em seguida, chame o médico veterinário para aconselhamento.

Envenenamento em gatos o que fazer?

lista de sintomas de envenenamento em gatos

    • Tosse e espirros
    • Vómitos e diarreias por vezes com sangue
    • Depressão
    • Salivação excessiva
    • Tosse e espirros
    • Convulsões, tremores e espasmos musculares involuntários
    • Irritação gástrica
    • Irritação da zona da pele que entrou em contacto com o tóxico
    • Dificuldade respiratória
    • Convulsões, tremores e espasmos musculares involuntários
    • Depressão
    • Pupilas dilatadas
    • Debilidade
    • Dificuldade de coordenação nas extremidades por problemas neurológicos (ataxia)
    • Perda de consciência
    • Micção frequente (urinar muitas vezes)
  1. A saúde não escolhe horas e por isso uma coisa que todos os donos devem ter  acesso é o contacto de urgências do seu veterinário, ou até mesmo bombeiros vocacionados para os nossos animais.
  2. Entre imediatamente em contacto com o seu veterinário, identifique o seu gatinho e diga qual o tóxico em causa e o grau de exposição.
  3. É sempre melhor estarem duas pessoas presentes, assim, por exemplo, enquanto liga para o veterinário a outra pode tentar estabilizar o gato envenenado.
  4. Caso a pele e os olhos do seu gato entraram em contacto com alguma substância tóxica, veja o rotulo do produto. Caso no rótulo exista indicação para limpar a pele ou os olhos com água, faça-o de imediato.
  5. Envenenamento em gatos por ingestão de um tóxico nas ultimas 3 horas, podem ser aconselhados a indução do vómito pelo seu Veterinário, mas atenção, apenas em alguns casos mediante cada situação.

Conclusão

Mantenha venenos como todos os produtos químicos, medicamentos, plantas e alimentos fora do alcance do seu gato.

Certifique-se de ler todos os rótulos com atenção e siga as orientações do produto na espécie, idade e peso.

Se você suspeita que o seu gato foi envenenado, identifique o veneno envolvido (se possível) e leve o rótulo da embalagem, planta ou qualquer outra informação que tem para mostrar ao seu Veterinário..

Se você notar alguma alteração na saúde do seu gato, contacte o seu veterinário.

Outros sinais de envenenamento em gatos incluem corpos estranhos no seu pêlo, em vómitos ou odor na respiração, vómito ou fezes.

Veja também:

Doença renal crónica felina – Principais Sinais 
Será que o meu gato bebe água demais?
Como saber se o seu gato está a sentir dor

 

O Blog Universo de gatos não assume qualquer responsabilidade pelo conteúdo desta página.

Este conselho não é um substituto a uma consulta adequada com um veterinário e destina-se apenas como um guia. Entre em contato com o seu veterinário local para aconselhamento ou tratamento imediato.

envenenamento em gatos, gato babando, gato babando muito, gato envenenado, gato intoxicado o que fazer, gatos em casa, gatos na rua, intoxicação, intoxicações, o que dar para gato envenenado, o que fazer com gato envenenado, saúde


Nídia Silva

"Os gatos fazem parte da minha vida, não me imagino a viver num universo sem eles..." Decidi criar este blog por necessidade de partilhar e fundamentalmente ajudar quem necessita de informações, tal como eu. No fundo, apesar de ser um blog, considero este meu trabalho uma fonte de recursos. Há dias que necessito de recorrer a informação para as minhas três gatas e sendo uma delas insuficiente renal com apenas 1 ano de idade... tenho de estar 100% atenta ( a minha fonte de motivação maior! ). Beijinhos e muitos ronrons!! :D

Mantém-te ligada

Junta-te a comunidade e subscreve à newsletter semanal, assim ficas a par das últimas novidades.

© 2019 Universo de Gatos de Nídia Silva com ❤ Todos os direitos reservados