Como saber se o seu gato está com dor

Como saber se o seu gato está a sentir dor

O gato sem dúvida é um mestre em esconder sinais de dor. Esta sua capacidade de mascarar a dor surge das suas origens selvagens.

Na vida selvagem a premissa é que um animal doente se torna presa. Enquanto a dor aguda pode ser bastante óbvia para os donos do gato, no caso de dor crônica pode ser mais difícil de discernir.

X

O modo como os animais de estimação lidam com a dor alterou significativamente na última década. Em 2007, a Associação Americana de Feline Practitioners, em conjunto com a American Animal Hospital Association, emitiu diretrizes de gestão de dor para cão e gato. Através da concentração das orientações em antecipação e prevenção, bem como o seu tratamento.

Um estudo mais recente, realizado na Universidade de Lincoln, no Reino Unido por 19 veterinários especialistas em dor, analisaram se um consenso poderia ser alcançado sobre comportamentos felinos associados com a dor. Entre os participantes, uma veterinária internista, anestesista, oncologista, dentista, dermatologista, oftalmologista e neurologista das práticas privadas ou academia.

 

O estudo foi realizado durante um período de 5 meses, utilizando uma metodologia de perguntas e respostas. Os sinais de comportamento da dor foram classificados como “suficiente” (suficiente para indicar dor quando elas ocorrem, mas não necessariamente presentes em todas as condições dolorosas) e “necessário” (necessário na presença de dor, mas não é sempre indicativo de dor). Um total de 91 sinais de comportamento foram avaliados neste estudo.

Esta lista foi realizada num estudo de medição dos sinais de comportamento com indicativos a dor de baixo e alto nível:

  • Claudicação
  • Dificuldade de salto
  • Marcha anormal
  • Relutantes em se mover
  • Isolamento
  • Ausência de preparação
  • Brincando menos
  • Diminuição do apetite
  • Diminuição global de atividade
  • Esfregando-se menos em relação às pessoas
  • Mudança geral de humor
  • Mudança de temperamento
  • Postura encurvada
  • Transferência de peso
  • Lambendo uma região específica do corpo
  • Cabeça com postura inferior
  • Mudança de comportamento alimentar
  • Evitar locais claros e brilhantes
  • Rosnando

Esta lista de sinais comportamento pode ajudar a identificar a possibilidade de existir dor e assim conduzir ao diagnóstico e a um tratamento mais rápido do seu gato junto de uma clínica veterinária.

O Blog Universo de gatos não assume qualquer responsabilidade pelo conteúdo desta página.

Este conselho não é um substituto a uma consulta adequada com um veterinário e destina-se apenas como um guia. Entre em contato com o seu veterinário local para aconselhamento ou tratamento imediato se estiver preocupado com a saúde do seu animal de estimação – mesmo que estejam encerrados, existe hospitais que dispõem de turnos diurnos e noturnos. Descubra mais sobre o que fazer em um fora de horas de emergência.

Veja também:

Vómitos nos gatos o que fazer?
Higiene dentária nos gatos
6 Sinais o seu gato precisa beber mais água

Gostou do artigo? Então NÃO deixe de PARTILHAR com os amigos!

"Os gatos fazem parte da minha vida, não me imagino a viver num universo sem eles..." Decidi criar este blog por necessidade de partilhar e fundamentalmente ajudar quem necessita de informações, tal como eu. No fundo, apesar de ser um blog, considero este meu trabalho uma fonte de recursos. Há dias que necessito de recorrer a informação para as minhas três gatas e sendo uma delas insuficiente renal com apenas 1 ano de idade... tenho de estar 100% atenta ( a minha fonte de motivação maior! ). Beijinhos e muitos ronrons!! :D

Deixar Mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *