Gengivite nos gatos diagnósticos e tratamento

Gengivite nos gatos diagnósticos e tratamento

A gengivite é um problema que afeta muitos gatos na atualidade e que se não for tratada poderá trazer problemas mais sérios.

Neste artigo iremos falar acerca do diagnóstico á gengivite, qual o tratamento a seguir e sobretudo como prevenir uma gengivite em futuro. Mantenha-se informado acerca deste tipo de infecção. A higiene oral do seu gato deve ser sempre cuidada e tratada de forma a evitar futuros problemas.

Diagnóstico

Para identificar uma gengivite, o seu veterinário irá realizar um exame físico completo no seu gato tendo em conta a história dos sintomas e possíveis condições que possam ter levado a esta condição. Precisará de dar um relatório completo da saúde do seu gato e do início dos sintomas, tais como quando o mau hálito começou, o que o seu gato normalmente come, se ele tem tido dificuldade em comer/ mastigar, e se ele teve algum problema de saúde anterior com as mesmas condições. A rotina que tem usado para manter os dentes do seu gato limpos, caso esteja a usar algum produto, deve ser compartilhado com o seu veterinário.Tudo isto servirá para análise de uma possível gengivite.

Parte do exame físico envolve examinar de perto a boca do seu gato para identificar o seu estado. Durante o exame dentário, o seu gato irá ser anestesiado. O veterinário irá verificar a profundidade dos bolsos de goma, a quantidade de placa bacteriana e bactérias na superfície dos dentes e vai retirar todos os dentes que são prejudiciais. Toda a placa e cálculo irá ser removida utilizando um processo de redução que é feito com equipamento especial dentário, e se necessário, alisamento radicular. As superfícies do dente irão ser polidas e os dentes serão reexaminados após a limpeza.

Tratamento

Se os dentes estiverem superlotados ou se os dentes de leite ainda existirem no seu gato em idade adulta, o veterinário pode remover alguns deles. Para além disso irá também lhe ensinar a escovar os seus dentes de forma a prevenir o aparecimento de gengivite. A frequência dos exames dentários e cuidados dependerá do estágio da doença periodontal.

 

Como prevenir a gengivite

Para previnir a gengivite deve escovar ou esfregar (com uma almofada especial de dedo) os dentes uma vez por dia ou, pelo menos, duas vezes por semana com um creme dental veterinário. O seu veterinário pode também dar-lhe uma solução antibacteriana veterinária para esguichar sobre os dentes do seu gato de forma a diminuir o acúmulo de placa. Existem ainda alguns suplementos dietéticos, alimentos específicos ou brinquedos de mastigar que ajudam a manter a sua saúde dental. Converse o com seu veterinário acerca do que é mais apropriado para o seu gato.
A gengivite em felinos pode ser evitada não permitindo que o tártaro se acumule sobre os seus dentes. O tártaro acumula-se somente se a placa não for removida em mais de 36 horas. A placa pode ser facilmente removida através de:

  • Escovagem diária
  • Administração de alimentos ração, adequados para remover a placa bacteriana
  • Administração de mastigação de guloseimas que são criadas especificamente para remover depósitos de placas
  • Brinquedos apropriados que podem também reduzir a quantidade de placa bacteriana da superfície dos dentes.

Mesmo que você não consiga escovar os dentes do seu gatinho regularmente, se administrar ração, guloseimas ou brinquedos adequados para este fim, o gato terá menos depósitos de tártaro.
Também é importante agendar uma limpeza dental anual para o seu gato. A limpeza e polimento irá eliminar qualquer tártaro acumulado e pode prevenir a ocorrência da doença da gengiva.

O Blog Universo de gatos não assume qualquer responsabilidade pelo conteúdo desta página.

Este conselho não é um substituto a uma consulta adequada com um veterinário e destina-se apenas como um guia. Entre em contato com o seu veterinário local para aconselhamento ou tratamento imediato se estiver preocupado com a saúde do seu animal de estimação – mesmo que estejam encerrados, existe hospitais que dispõem de turnos diurnos e noturnos. Descubra mais sobre o que fazer em um fora de horas de emergência.

Gostou do artigo? Então NÃO deixe de PARTILHAR com os amigos!

alimentação, dentes, escovar os dentes, gatos e alimentação, gengivite, limpeza dentária


Nídia Silva

"Os gatos fazem parte da minha vida, não me imagino a viver num universo sem eles..." Decidi criar este blog por necessidade de partilhar e fundamentalmente ajudar quem necessita de informações, tal como eu. No fundo, apesar de ser um blog, considero este meu trabalho uma fonte de recursos. Há dias que necessito de recorrer a informação para as minhas três gatas e sendo uma delas insuficiente renal com apenas 1 ano de idade... tenho de estar 100% atenta ( a minha fonte de motivação maior! ). Beijinhos e muitos ronrons!! :D

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Mantém-te ligada

Junta-te a comunidade e subscreve à newsletter semanal, assim ficas a par das últimas novidades.

© 2019 Universo de Gatos de Nídia Silva com ❤ Todos os direitos reservados