Gato doente - como saber se o seu gato não está bem

Gato doente – como saber se o seu gato não está bem?

Por vezes, acontece de percebermos que o nosso gato aparenta estar doente, mas na realidade já pode se encontrar num estado um pouco avançado.

Os gatinhos tendem realmente a esconder as suas doenças, e até mesmo se isolarem quando estão doentes. Contudo, alguns dos problemas conseguem ser tratados quando são detetados a tempo, o que significa que é bastante relevante que consiga entender se o seu gato está doente. O dono do gato é o único que o vê todos os dias e decide quando ele precisa de ser assistido pelo veterinário. Não ignore o que ele lhe está querendo lhe dizer ou tentando esconder. Aqui estão apenas algumas dicas que o podem ajudar a perceber se o seu gatinho está doente.

Ele age de forma diferente?

O sinal mais comum em alguns gatos é esconderem-se num lugar calmo para não serem incomodados. O gato quando se encontra doente muitas das vezes fica em silêncio numa posição curvada.
Por vezes os gatinhos podem ronronar ao sentir dor. Um gato com dificuldade respiratória pode recusar-se a estar ao seu lado e pode manter a cabeça levantada. Os gatos com problemas neurológicos podem ficar confusos, ter convulsões ou pressionarem as suas cabeças sobre móveis ou paredes.

Certifique-se que ele come, urina ou defeca de forma normal?

Quando um gato se encontra doente geralmente não quer comer. Algumas doenças podem causar aumento do apetite, por isso não ignore o seu gato caso ele esteja a comer de forma diferente. O aumento da sede e micção pode indicar doença renal, diabetes ou outras doenças. Tentativas frequentes de urinar, especialmente se forem em pequenas quantidades e acompanhadas por sinais de dor (incluindo miar, esticarem-se na caixa de areia podem indicar uma infeção do trato urinário ou um bloqueio. A incapacidade de urinar é uma emergência com risco de vida e é muito comum em gatos, especialmente nos machos.

 

Ele regurgita ou vomita?

Se o seu gato regurgitar comida logo depois de comer, ele pode de facto estar doente. O vómito de alimentos pode indicar envenenamento, bloqueio ou uma série de outros problemas. Se o seu gato vomitar por mais de algumas horas ou vomitar repetidamente por mais de um dia, o ideal é levar o seu gatinho para ser assistido. Em caso de dúvida, é sempre melhor falar com o veterinário em vez de esperar para ver o que vai acontecer.

Verifique se ele tem diarreia ou prisão de ventre

A diarreia pode resultar de nervosismo, uma mudança na alimentação ou água, uma sensibilidade a alimentos, parasitas intestinais, infecções, envenenamento ou muitas doenças. A Diarreia aquosa, diarreia com sangue, ou diarreia acompanhada por vómitos ou outros sinais de doença garantem uma chamada ao seu veterinário. Os gatos têm tendência a ficarem constipados. Eles podem se esforçar para defecar (chorar ou miar na caixa de areia). Esteja atento se as fezes forem duras ou aquosas. Examine a caixa de areia do seu gato para se certificar que ele está defecando de forma normal.

Tosse

A tosse pode ser causada por uma variedade de condições, incluindo corpos estranhos, bolas de pêlo , alergias, asma, tumores, doença cardíaca, doença pulmonar ou várias doenças contagiosas. Se a tosse persistir por mais de um dia, não espere – consulte o seu veterinário. Se o seu gato tossir várias vezes, tiver dificuldade em respirar ou gengivas azuladas, ele precisa de atendimento médico com urgência,de facto o seu gato poderá estar doente.

Gostou do artigo? Então NÃO deixe de PARTILHAR com os amigos!

O Blog Universo de gatos não assume qualquer responsabilidade pelo conteúdo desta página.

Este conselho não é um substituto a uma consulta adequada com um veterinário e destina-se apenas como um guia. Entre em contato com o seu veterinário local para aconselhamento ou tratamento imediatamento se estiver preocupado com a saúde do seu animal de estimação – mesmo que estejam encerrados, existe hospitais que dispõem de turnos diurnos e noturnos. Descubra mais sobre o que fazer em um fora de horas de emergência.

curar doenças, doenças, gatos e saúde, saúde


Nídia Silva

"Os gatos fazem parte da minha vida, não me imagino a viver num universo sem eles..." Decidi criar este blog por necessidade de partilhar e fundamentalmente ajudar quem necessita de informações, tal como eu. No fundo, apesar de ser um blog, considero este meu trabalho uma fonte de recursos. Há dias que necessito de recorrer a informação para as minhas três gatas e sendo uma delas insuficiente renal com apenas 1 ano de idade... tenho de estar 100% atenta ( a minha fonte de motivação maior! ). Beijinhos e muitos ronrons!! :D

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Mantém-te ligada

Junta-te a comunidade e subscreve à newsletter semanal, assim ficas a par das últimas novidades.

© 2019 Universo de Gatos de Nídia Silva com ❤ Todos os direitos reservados