Fluidoterapia subcutânea para gatos com insuficiência renal

Felizmente na atualidade a medicina veterinária tem vindo a avançar e inclusive até está a conseguir manter a vida dos felinos que sofrem de insuficiência renal o mais saudável possível.

Fluidoterapia subcutânea mantém a vida saudável dos gatos que sofrem de insuficiência renal

Felizmente na atualidade a medicina veterinária tem vindo a avançar e inclusive até está a conseguir manter a vida dos felinos que sofrem de insuficiência renal o mais saudável possível. Um dos tratamentos para gatos renais mais indicado pelos veterinários é a fluidoterapia subcutânea. Hoje, especialmente para os donos dos nossos queridos felinos que sofrem de insuficiência renal vamos explicar o que é fluidoterapia subcutânea e os seus benefícios .

Fluidoterapia para insuficiência renal

De uma forma resumida, o que acontece com os gatos que sofrem de insuficiência renal crônica  é que os seus rins funcionam em menor escala. O sangue não consegue ser filtrado de forma eficiente e por sua vez, o organismo do gato acumula substâncias que deveriam ser eliminadas pela urina. Através da creatinina é possível analisar como está o funcionamento do rim do gato. Quanto mais existir creatinina no sangue, menos o rim funciona e desta forma mais grave é a doença.

A fluidoterapia subcutânea é um dos tratamentos mais indicados pelos veterinários para manter um gato com insuficiência renal o mais saudável possível.

Na fluidoterapia subcutânea, é aplicada uma quantidade de soro que é injetada debaixo da pele do gato. O soro irá estimular o organismo do gato a diminuir a concentração que existe de creatinina (e outras substâncias nocivas) e mantem também a hidratação.

A quantidade de soro e o intervalo das sessões é exclusivamente recomendada pelo veterinário.

Aplicação de soro subcutâneo

A fluitoterapia é aplicada através de uma agulha colocada por baixo da pele do gato onde o soro irá passar. Inicialmente, o soro fica acumulado num único lugar formando uma espécie de bola debaixo da pele. Após algum tempo, o soro vai-se espalhando lentamente pelo corpo do gatinho.

O tratamento é relativamente simples, pode ser aplicado em casa através da orientação do veterinário que irá indicar os produtos que necessitam de ser comprados (equipamento, soro, vitaminas, agulhas, etc…) e ensinar a aplicar.

 

Ao início poderá ser dificil para si pensar que terá de ser você mesmo a aplicar este método por pensar que está a magoar o seu gatinho. Contudo, para ele não é assim tão doloroso, ele só sente ligeiramente a picada no início.

Com o passar do tempo, para o gato será um processo normal e inclusive existem muitos casos em que até se sentem relaxados na hora da administração.

Benefícios da fluidoterapia subcutânea

Muitos donos de gatos que pensavam que nunca conseguiriam picar uma agulha na pele do seu animal, rapidamente aprenderam a administrar fluidos subcutâneos em casa e se tornarem defensores da fluidoterapia subcutânea.

Por vezes é comum ouvir relatos em grupos de tutores que não conseguem ou deixam de fazer a aplicação após algum período de tempo. Contudo se o veterinário indica a fluidoterapia subcutânea, ela é importantíssima para a qualidade de vida do gato e para desacelerar o processo de evolução da doença.

A fluidoterapia subcutânea é um método seguro e eficaz que melhora a qualidade de vida do gato.

Espero ter ajudado com este pequeno artigo. Se tiver de administrar fluidoterapia subcutânea no seu gatinho converse com o veterinário, peça dicas e aposte em detalhes que deixem o o seu pet relaxado.

O Blog Universo de gatos não assume qualquer responsabilidade pelo conteúdo desta página.

Este conselho não é um substituto a uma consulta adequada com um veterinário e destina-se apenas como um guia. Entre em contato com o seu veterinário local para aconselhamento ou tratamento imediatamento se estiver preocupado com a saúde do seu animal de estimação – mesmo que estejam encerrados, existe hospitais que dispõem de turnos diurnos e noturnos. Descubra mais sobre o que fazer em um fora de horas de emergência.

Gostou do artigo? Então NÃO deixe de PARTILHAR com os amigos!

"Os gatos fazem parte da minha vida, não me imagino a viver num universo sem eles..." Decidi criar este blog por necessidade de partilhar e fundamentalmente ajudar quem necessita de informações, tal como eu. No fundo, apesar de ser um blog, considero este meu trabalho uma fonte de recursos. Há dias que necessito de recorrer a informação para as minhas três gatas e sendo uma delas insuficiente renal com apenas 1 ano de idade... tenho de estar 100% atenta ( a minha fonte de motivação maior! ). Beijinhos e muitos ronrons!! :D

Deixar Mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.