Universo de Gatos Blog http://www.universodegatos.com Universo de gatos é um blog sobre gatos que serve o propósito da autoeducação. Thu, 19 Jul 2018 21:00:27 +0000 pt-PT hourly 1 Rexie o gato – Uma vida sobre rodas! http://www.universodegatos.com/rexie-gato-uma-vida-sobre-rodas/ http://www.universodegatos.com/rexie-gato-uma-vida-sobre-rodas/#respond Thu, 19 Jul 2018 21:00:27 +0000 http://www.universodegatos.com/?p=1145 Rexie o gato é uma verdadeira inspiração… Dito isto, Rexie é um gato muito especial com uma perspectiva promissora de vida. Rexie sofreu uma lesão em gatinho que o deixou com as suas patas traseiras paralisadas. Mas o que é certo é que nada vai parar este gatinho guerreiro de viver a vida ao máximo. Com …

O post Rexie o gato – Uma vida sobre rodas! aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
Rexie o gato é uma verdadeira inspiração…

Dito isto, Rexie é um gato muito especial com uma perspectiva promissora de vida. Rexie sofreu uma lesão em gatinho que o deixou com as suas patas traseiras paralisadas.

Mas o que é certo é que nada vai parar este gatinho guerreiro de viver a vida ao máximo. Com um dono amoroso que nunca desistiu de seu amado companheiro, podemos afirmar que ele tem um excelente apoio em casa mais propriamente em Yekaterinburg, (Russia).

Daria Minaeva, diz que ele realmente não tem nenhum problema em se deslocar para todo lado. O Rexie corre, brinca e até sobe como qualquer outro gato. Rexie até caça insetos e é um verdadeiro felino, ou seja um profissional. Sua deficiência não o parou nem um pouco. Ele é adorável, divertido, carinhoso, alegre e até mesmo se senta como um ser humano. Daria Minaeva ajudou Rexie a alcançar este estado, trabalhando persistentemente através de fisioterapia. Ele adora se aconchegar e quando não não brinca, ele gosta de observar as aves ou relaxar em frente à televisão.

rexie-o-gato

Este gatinho tornou-se uma parte da minha vida, e definitivamente ele valoriza muito a sua própria vida e não queria desistir de viver.”

“Ele praticamente faz as mesmas coisas gatos normais com apenas uma exceção, ele não pode saltar, por isso, na maioria das vezes ele tem que ficar no chão e não pode desfrutar de um passeio em algumas bordas elevadas como outros gatos.” Afirma Daria Minaeva

Apesar das suas habilidades surpreendentes

Apesar das habilidades surpreendentes de Rexie o gato, Minaeva decidiu criar o seu próprio conjunto de rodas para melhorar ainda mais a sua qualidade de vida. Ela o leva a passear e ele gosta de correr nos campos próximos. Minaeva diz que Rexie acha que ainda tem super poderes quando está com as suas rodas. Ronrona de felicidade em seus ouvidos quando se aconchega nos seus braços.

rexie-o-gato3Rexie o gato é uma história inspiradora

Rexie o gato é uma história inspiradora que nos mostra como gatos com deficiência podem viver felizes. Quando dada uma segunda oportunidade, estes gatinhos agarram com unhas e dentes pela sobrevivência.

Vamos Rexie! És um exemplo para ambos, os seres humanos e animais.

Veja também:

As 10 raças de gato mais antigas
Tudo sobre o miar dos gatos
Sabe porque comem os gatos erva?

Gostou do artigo? Então NÃO deixe de PARTILHAR com os amigos!

O post Rexie o gato – Uma vida sobre rodas! aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
http://www.universodegatos.com/rexie-gato-uma-vida-sobre-rodas/feed/ 0
Lasers fazem bem ou mal aos nossos gatos? http://www.universodegatos.com/lasers-fazem-bem-mal-aos-gatos/ http://www.universodegatos.com/lasers-fazem-bem-mal-aos-gatos/#respond Mon, 16 Jul 2018 20:00:18 +0000 http://www.universodegatos.com/?p=1217 Porque será que os gatos gostam tanto de lasers? Os lasers são, basicamente, pontos vermelhos de luz vibrante. Ou seja, os nossos gatos são atraídos por tudo que mexe ao juntarmos uma luz impactante, é o caos! Todos sabemos que os gatos são predadores por natureza, assim que aquele ponto vermelho começa a deslocar-se a …

O post Lasers fazem bem ou mal aos nossos gatos? aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
Porque será que os gatos gostam tanto de lasers?

Os lasers são, basicamente, pontos vermelhos de luz vibrante. Ou seja, os nossos gatos são atraídos por tudo que mexe ao juntarmos uma luz impactante, é o caos!

Todos sabemos que os gatos são predadores por natureza, assim que aquele ponto vermelho começa a deslocar-se a alta velocidade e em diferentes direções o seu instinto de caça ativa.

Os lasers como brinquedo para gatos

Uma pesquisa mostrou que é possível para os gatos desenvolverem problemas de comportamento em torno deste pequeno ponto – eles podem frustrados porque não conseguem agarrar o ponto e o resultado disso é  haver um comportamento agressivo, como a mordidela.

“Eu acredito que os lasers precisam de ser deixados no escritório e não transformadas em brinquedos de gatos. Além do potencial que têm em danificar o sistema ocular, os lasers, são frustrantes para os gatos. Os gatos nunca podem sentir a satisfação de segurar o ponto que se move indescritivelmente.” Esta foi a opinião da Consultora de comportamento animal Marilyn Krieger ao abordar este tema.

Dito isto, acha ainda possível considerar este acessório um bom brinquedo para o seu gato?

Desde que você esteja ciente dos problemas e siga estas orientações.

1. Nunca deixe o ponteiro laser se tornar único brinquedo do seu gato. É bom ter uma gama de brinquedos, tais como brinquedos de pelúcia ou brinquedos de varinha, brinquedos que o seu gato possa segurar, morder e colocar as garras.

2. Tenha sempre outro brinquedo à mão durante o intervalo do laser, talvez até mesmo um que seja recheado com alimentos. Isso pode funcionar como uma recompensa por todo o seu trabalho duro em perseguição da presa que não está realmente lá.

3. Lembre-se de nunca apontar o laser diretamente para os olhos. Lasers que são vendidos como brinquedos para gato geralmente é suposto serem seguros, mas nunca é confortável ter uma luz brilhando diretamente nos olhos, isso se aplica a gatos, tanto como para nós seres humanos.

4. Ocasionalmente apontar o laser sobre um dos outros brinquedo, desta forma o seu gato é capaz de “capturar a presa” e vai actuar como uma recompensa.

No final, o laser tem a possibilidade de ser um óptimo brinquedo para entreter o seu gato e levá-lo a exercitar, desde que você dê prioridade à sua segurança e esteja atento para um comportamento inesperado. Então, quando usado corretamente estou certa de que você e o seu gato vão usufruir de grandes momentos de prazer com um simples brinquedo.

Para mostrar o quanto divertido os gatos são com um laser, a GoPro produziu este grande vídeo.

O post Lasers fazem bem ou mal aos nossos gatos? aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
http://www.universodegatos.com/lasers-fazem-bem-mal-aos-gatos/feed/ 0
Como apresentar dois gatos http://www.universodegatos.com/apresentardoisgatos/ http://www.universodegatos.com/apresentardoisgatos/#respond Wed, 04 Jul 2018 19:25:46 +0000 http://www.universodegatos.com/?p=11979 Neste artigo apresento-vos todas as etapas para puder apresentar dois gatos Os gatos são animais que precisam de algum tempo para se adaptar a um novo espaço, a pessoas e outros animais. O facto de ter adotado outro gato pode criar alterações comportamentais no seu gato. Porém, é possível alcançar uma amizade ao apresentar dois …

O post Como apresentar dois gatos aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
Neste artigo apresento-vos todas as etapas para puder apresentar dois gatos

Os gatos são animais que precisam de algum tempo para se adaptar a um novo espaço, a pessoas e outros animais. O facto de ter adotado outro gato pode criar alterações comportamentais no seu gato.

Porém, é possível alcançar uma amizade ao apresentar dois gatos. Quer saber como?

 

1ª ESTAPA

Antes de apresentar dois gatos crie um quarto de transição para o novo gato. Este espaço servirá de abrigo à medida que ele for gradualmente introduzido na sua nova casa. Deve ser um local seguro. Dentro do quarto deverá estar tudo o que um gato possa necessitar, incluindo alimentação, água, uma caixa de areia, arranhadores, esconderijos e brinquedos. Remova quaisquer objectos que possam ser perigosos para o gato (plantas, fios eléctricos, alimentos inadequados e tóxicos, etc.)

2ª ETAPA

Identifique as atividades e petiscos favoritos do gato residente para puder fornecer durante as introduções. Ao chegar, coloque o novo gato no quarto de transição.

Ao apresentar dois gatos esteja atento aos sinais de agressividade entre o seu gato residente e o recém chegado. Intervenha caso exista indícios de brigas .

3ª ETAPA

Coloque um brinquedo sob a porta do quarto de transição de forma a encorajar brincadeiras na porta que serve de barreira. Se não conseguir arranjar um brinquedo que passe por baixo da porta basta atar 2 brinquedos pequenos com uma corda ou fio resistente.

4ª ETAPA

Use uma toalha para afagar todos os dias cada gato de maneira a facilitar a transferência de cheiros. Concentre-se em esfregar a toalha contra a zona da base da cauda e das bochechas.

5ª. ETAPA

Identifique actividades/petiscos favoritos do novo gato. Quando este estiver confortavelmente instalado comece a permitir acesso ao resto da casa por pequenos períodos mantendo a capacidade de se abrigar no quarto de transição. O gato/gatos residente terá de ser fechado nestas alturas, no local mais aprazível da casa para ele.

6ª ETAPA

O passo seguinte será começar com pequenas introduções visuais (menos de 5 minutos). O gato novo deverá ser colocado dentro de uma transportadora e permitir que o outro gato/gatos se aproxime para o ver. Tente envolver o gato/gatos residente em actividades favoritas durante estas introduções visuais. Repita este procedimento 2-3 vezes ao dia até que todos pareçam relaxados e que não haja posturas agressivas. Recompense sempre os comportamentos amigáveis nestas sessões.

7ª ETAPA

A seguir vamos permitir interacção física sob vigilância. Os proprietários deverão estar preparados com instrumentos remotos (esguichos de água, cobertores grandes) para poderem interromper episódios de agressão.

Nunca, em circunstância alguma, deverão os proprietários manipular gatos agressivamente excitados pois estes poderão redirigir a sua agressividade e investir contra os proprietários. Nunca segure ao colo um dos animais para depois o aproximar para “cumprimentar” o outro animal.

8ª. ETAPA

Em situações normais e não havendo episódios de agressão os períodos de interacção poderão aumentar de forma gradual até que seja desnecessária a vigilância. Nunca os deixe sozinhos sem que várias sessões vigiadas sem agressão tenham decorrido.

 

 

Veja também:
Dicas para acolher um gato em casa
Conquistar a confiança de um gato de rua
Ajudar um gato de rua a se adaptar á nova casa

Gostou do artigo? Então NÃO deixe de PARTILHAR com os amigos!

O post Como apresentar dois gatos aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
http://www.universodegatos.com/apresentardoisgatos/feed/ 0
Como Proteger o meu Gato do Calor http://www.universodegatos.com/proteger-gato-do-calor/ http://www.universodegatos.com/proteger-gato-do-calor/#respond Sun, 01 Jul 2018 19:00:55 +0000 http://www.universodegatos.com/gato-domestico-copy/ Neste artigo apresento-vos excelentes dicas proteger o seu gato das épocas de calor  Apesar dos nossos gatos possuírem uma temperatura mais elevada que a nossa (entre 38º a 39º) em épocas de muito calor podem sofrer de insolações, ficarem ofegantes e letárgicos. Se seguem os artigos que vou postando, certamente já repararam que eu reforço …

O post Como Proteger o meu Gato do Calor aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
Neste artigo apresento-vos excelentes dicas proteger o seu gato das épocas de calor 

Apesar dos nossos gatos possuírem uma temperatura mais elevada que a nossa (entre 38º a 39º) em épocas de muito calor podem sofrer de insolações, ficarem ofegantes e letárgicos. Se seguem os artigos que vou postando, certamente já repararam que eu reforço muito a parte da hidratação, o incentivo á ingestão de água porque sem dúvida que a água é fundamental para o bem-estar de um gato.

Queridos Cat Lovers Segue 7 dicas para esta época de Verão:

1. Gelo na água em épocas altas de calor

Durante os tempos de calor coloque duas vezes por dia pedrinhas de gelo na água. Pode congelar em forminhas tradicionais ou inclusive em recipientes um pouco maiores.

2. Tosquia e Escovação

Principalmente para os gatos de pelo longo, nesta época aconselho fazer -lhe uma tosquia O seu gato sem duvida irá se sentir mais confortável em dias quentes. A tosquia ajuda na prevenção de vómitos provocados pela ingestão do pelo.

3. Vários recipientes e muita água

Esta dica já partilhei com vocês, mas se não tiveram oportunidade de ler é simples. Coloquem vários recipientes diferentes e grandes no seu espaço. Preferencialmente em cerâmica ou alumínio, recipientes em plástico podem provocar acne felina.

4. Banhos refrescantes

Se habituou o seu gatinho a banhos, encha um pouco de água e incentive-o a brincar!

5. Tapete gelado

Existe um produto muito interessante em petshops que é nada mais nada menos que um tapete de nylon com gel dentro. O peso do animal ao deitar-se no tapete ativa o resfriamento do gel e faz com que ele fique até mais ao menos 6ºC da temperatura ambiente. este efeito por norma dura cerca de 6 horas.

6. Protetor Solar

Há dias assisti a um workshop onde a Doutora  abordou várias dicas para proteger o nosso gatinho do calor e nessa palestra falaram acerca das queimaduras solares. Foi sugerido principalmente para gatos de pelagem branca ou gatos com pouco pelo nas orelhas o uso de protetor solar. Existem produtos específicos para uso veterinário desenvolvidos para repelir a vontade do gato lamber na região aplicada.

Caso não encontre pode usar protetor solar humano mas terá de analisar a fórmula, tem de ser hipoalergênico, sem corante e sem perfume. Alguns médicos recomendam o fator 50 mas o ideal é falar sempre com o seu veterinário primeiro.

7. Paninhos Húmidos

Humedeça uma toalha em água fria e passe sobre o pelo do animal várias vezes ao dia. observe o comportamento do seu gato, caso ele se sentir stressado com este processo não deverá insistir.

Espero que tenham gostado da minha partilha!
Aproveitem para partilhar connosco as vossas esperiências 🙂

Muitos Beijinhos!
Nídia Silva

 

Veja também:
Porquê os gatos odeiam água?
Porque os gatos gostam de beber água da torneira?
Como erceber se o seu gato precisa de beber mais água?

Gostou do artigo? Então NÃO deixe de PARTILHAR com os amigos!

O post Como Proteger o meu Gato do Calor aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
http://www.universodegatos.com/proteger-gato-do-calor/feed/ 0
Paragem Cardíaca e Respiratória em Gatos http://www.universodegatos.com/paragem-cardiaca-e-respiratoria-em-gatos/ http://www.universodegatos.com/paragem-cardiaca-e-respiratoria-em-gatos/#respond Sun, 10 Jun 2018 19:00:17 +0000 http://www.universodegatos.com/?p=11954 Esteja preparado para emergências felinas que possam surgir nos nossos gatos como por exemplo no caso de Paragem Cardíaca e Respiratória em Gatos. Se tem um gato então sabe que o que vou lhe dizer é verdade. Muitas das vezes em casa nós temos que redobrar a atenção para estes animais e quase que o …

O post Paragem Cardíaca e Respiratória em Gatos aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
Esteja preparado para emergências felinas que possam surgir nos nossos gatos como por exemplo no caso de Paragem Cardíaca e Respiratória em Gatos.

Se tem um gato então sabe que o que vou lhe dizer é verdade. Muitas das vezes em casa nós temos que redobrar a atenção para estes animais e quase que o temos que assemelhar a uma criança. A realidade é que eles nem sempre têm noção do perigo e podem inconscientemente colocar a sua vida em risco.

Podem surgir situações repentinas como por exemplo o seu gato sofrer de uma queda, de um momento para o outro desmaiar e entrar em paragem cardíaca e respiratória.

Hoje gostaria de o alertar para estas situações e de seguida explicar corretamente como deverá proceder nestes casos:

Paragem Cardíaca e Respiratória em Gatos

Para identificar se o seu  gato está com uma paragem cardíaca, observe se ele está a respirar pelo movimento da barriga e aproxime-se do focinho para sentir a respiração. Se não sentir sinal de respiração, ouça se o coração está a bater. Se não estiver, inicie uma massagem cardíaca.

Diferente dos humanos, não importa de que lado a massagem será feita, ele deverá estar numa superfície firme.

Como os gatos são animais relativamente pequenos a massagem pode ser feita com as pontas dos dedos.

A reanimação cardiopulmonar consiste em fazer 30 compressões, seguidas por duas respirações da sua boca para o nariz do gato. Quando terminar de fazer as 30 compressões com as duas respirações repita este ciclo antes de verificar a existência de pulsação colocando dois dedos sobre a artéria femoral do gato, que se encontra na parte de dentro da coxa, perto da sua virilha.

Deverá existir oxigénio suficiente na corrente sanguínea e nos tecidos, incentivado pelas compressões. Isto é muito importante, provas confirmam que de cada vez que se param as compressões, as hipóteses de sobrevivência diminuem.

Respiração Artificial:

  1. Com a sua mão feche a boca do gato segurando firmemente o focinho.
  2. Eleve-lhe a cabeça para desobstruir as vias aéreas e encoste a sua boca no focinho dele. (Pode usar um lenço fino para evitar o contacto direto).
  3. Sopre para dentro das narinas até sentir que o seu peito se está a elevar.
  4. Deite a cabeça do gato e pressione o peito dele delicadamente para que o ar saia.

Em 1 minuto, repita o processo 8 a 10 vezes. Verifique se o animal volta a respirar e continue a respiração artificial, caso ele ainda não esteja a respirar.

Saber implementar estas técnicas de primeiros importantes é muito importante. Para além de prevenir, ajuda muito. E não se esqueça, um animal conforme um bebé não tem a noção do perigo. Deixe sempre objetos que possam ser perigosos fora do alcance do nosso gato.

Eles dependem de nós para poderem viver felizes!

Saudações Felinas!

Veja também:
Dicas para acolher um gato em casa
Adotar um gato
Gatinhos quais os cuidados a ter

Gostou do artigo? Então NÃO deixe de PARTILHAR com os amigos!

O post Paragem Cardíaca e Respiratória em Gatos aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
http://www.universodegatos.com/paragem-cardiaca-e-respiratoria-em-gatos/feed/ 0
Tinha nos Gatos http://www.universodegatos.com/tinha_gato/ http://www.universodegatos.com/tinha_gato/#comments Sun, 06 May 2018 19:00:05 +0000 http://www.universodegatos.com/?p=11841 A Tinha é altamente contagiosa e deve ser vista por um veterinário Esta infeção fúngica é transmitida tanto para os seres humanos como através dos seres humanos. A Tinha pode não demonstrar sinais no início a menos que a pessoa que está em contacto com o gato apresente alguma lesão na pele acompanhada de comichão …

O post Tinha nos Gatos aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
A Tinha é altamente contagiosa e deve ser vista por um veterinário

Esta infeção fúngica é transmitida tanto para os seres humanos como através dos seres humanos.

A Tinha pode não demonstrar sinais no início a menos que a pessoa que está em contacto com o gato apresente alguma lesão na pele acompanhada de comichão ou então surgir alguns sintomas no gato como:

  • Zonas de tons cinza escamadas e com crosta
  • Peladas que por norma surgem na cabeça, orelhas, patas e dorso
  • Perda de pêlo, peladas
  • Lamber excessivamente

O facto do gato sentir coceira e coçar de forma excessiva pode infectar a área com bactérias

Na Imagem abaixo mostramos um exemplo de um gato que sofre de Tinha

O que fazer em caso de suspeitar que o seu gato sofre de tinha?

Primeiro que tudo deverá procurar o seu Veterinário, ele irá examiná-lo e indicar o tratamento adequado para este tipo de fungo.

Em casa poderá aplicar algumas medidas como:

  • Desinfectar todo o espaço
  • Sustitituir artigos de higiene
  • Lavar toda a roupa de cama
  • Apirar e deitar fora o saco do aspirador
  • Em caso de ter um gato de pêlo longo poderá fazer uma tosquia

O Blog Universo de gatos não assume qualquer responsabilidade pelo conteúdo desta página.

Este conselho não é um substituto a uma consulta adequada com um veterinário e destina-se apenas como um guia. Entre em contato com o seu veterinário local para aconselhamento ou tratamento imediato se estiver preocupado com a saúde do seu animal de estimação – mesmo que estejam encerrados, existem hospitais que dispõem de turnos diurnos e noturnos. Descubra mais sobre o que fazer horas de emergência.

Veja também:

Ajudar um gato sem apetite a voltar a comer
Gato não come, o que fazer?
Como saber se o seu gato está a sentir dor

Gostou do artigo? Então NÃO deixe de PARTILHAR com os amigos!

O post Tinha nos Gatos aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
http://www.universodegatos.com/tinha_gato/feed/ 2
O Gato doméstico e os seus cuidados http://www.universodegatos.com/gato-domestico/ http://www.universodegatos.com/gato-domestico/#respond Sun, 29 Apr 2018 19:00:30 +0000 http://www.universodegatos.com/?p=11844 Ter um gato doméstico é sinónimo de companheirismo,alegria, amor incondicional. Mas isto só é possível se o dono tiver algumas responsabilidades. Pontos a considerar antes de trazer um Gato para casa Se pensa comprar ou adotar um gato, faça uma análise ás suas rotinas e certifique-se se um gato doméstico se adequa ao seu estilo …

O post O Gato doméstico e os seus cuidados aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
Ter um gato doméstico é sinónimo de companheirismo,alegria, amor incondicional. Mas isto só é possível se o dono tiver algumas responsabilidades.

Pontos a considerar antes de trazer um Gato para casa

Se pensa comprar ou adotar um gato, faça uma análise ás suas rotinas e certifique-se se um gato doméstico se adequa ao seu estilo de vida. Para ter um gato é preciso responsabilidade a longo prazo, pois este animal pode viver mais de 20 anos.

Embora a maioria dos gatos sejam animais independentes, alguns gatos não gostam de estar sozinhos, deverá reservar alguns minutos diários para lhe dar atenção. Esta atenção pode ser preenchida com sessões de brincadeira!

Em casos de ausência como por exemplo, se tiver de viajar, certifique-se se terá alguém que possa cuidar do seu gato doméstico.

Se passa muito tempo fora de casa, talvez o gato não seja o animal adequado para si.

Gatinho VS Gato Adulto

Se pensa trazer um gatinho para casa, seja racional e tenha em conta que os gatinhos requerem muitos cuidados e supervisão. Tenha em mente o tempo que pode dedicar ao seu bebe e atividades oferecer comida 4 vezes ao dia.

Se pretender adotar um gato adulto, as suas experiências passadas vão influenciar na sua adaptação.

Para a poder ajudar na sua escolha entre gatinho e gato adulto  clique aqui

 

Alguns cuidados a ter para fazer um gatinho feliz

  • Facultar comida e água fresca
  • Satisfazer as suas necessidades como dar atenção
  • Fornecer caixas de areia e camas fofas
  • Estimular os seus estímulos através de sessões de brincadeira
  • Escovar, cuidar dos seus ouvidos, unhas e olhos
  • Socializar com o gatinho para que ele se sinta seguro em várias ocasiões
  • Procurar cuidados veterinários sempre que for necessário
  • Colocar um chapa de identificação e microshhip.

Estes são os principais pontos a considerar para poder tornar um gato feliz e saudável! Espero ter ajudado a si que pretende adotar ou comprar um gatinho. Uma certeza… Ser dona de gato é uma alegria, os nossos bichinhos são seres maravilhosos que nos ocupam com muito amor e felicidade. Quem concorda comigo? 🙂

Muitos Beijinhos!

Veja também:
Dicas para acolher um gato em casa
Adotar um gato
Gatinhos quais os cuidados a ter

Gostou do artigo? Então NÃO deixe de PARTILHAR com os amigos!

O post O Gato doméstico e os seus cuidados aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
http://www.universodegatos.com/gato-domestico/feed/ 0
Problemas comportamentais nos gatos http://www.universodegatos.com/problemas-comportamentais/ http://www.universodegatos.com/problemas-comportamentais/#respond Sun, 22 Apr 2018 19:30:59 +0000 http://www.universodegatos.com/?p=11829 Problemas comportamentais num gato podem indicar  problemas que estão a afetar a sua saúde e bem-estar Partilhamos instruções simples para poder ajudar seu gato. O acto de arranhar Existem dois grandes motivos para os gatos arranharem objetos. O primeiro deve-se ao facto do gato ser um animal muito cuidadoso consigo. Ele gosta ter ter sempre as …

O post Problemas comportamentais nos gatos aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
Problemas comportamentais num gato podem indicar  problemas que estão a afetar a sua saúde e bem-estar

Partilhamos instruções simples para poder ajudar seu gato.

O acto de arranhar

Existem dois grandes motivos para os gatos arranharem objetos. O primeiro deve-se ao facto do gato ser um animal muito cuidadoso consigo. Ele gosta ter ter sempre as suas garras bem tratadas. Como eles preferem objectos altos, firmes e com texturas na vertical, podem escolher arranhar no seu sofá uma vez que ele cumpre estes requisitos 🙂

O segundo motivo tem a ver com a comunicação. Os gatos também podem aprender que ao arranhar a mobília vão obter mais atenção do seu dono. É provável que o seu gato esteja a deixar marcas com o intuito de comunicar consigo se arranhar em portas ou janelas, locais de potenciais conflitos com outros gatos.

Quando isto acontecer é importante que você perceba o que está a incomodar o seu gato e encontre uma solução

Urinar fora da caixa de areia


Muitos de vocês têm comentado comigo que o seu gato ou gata de um momento para o outro passou a urinar fora da caixa de areia e pedem ajuda pois não sabem como resolver este problema. O gato prefere urinar e defecar em zonas calmas e geralmente ele regressa e esse mesmo lugar a não ser que ele se torne intolerável.

Se o seu gato parar de usar a Bandeja sanitária tente responder a estas questões:

  • A bandeja está demasiado suja e com um forte cheiro de urina?
  • Mudou o absorvente?
  • A caixa de areia encontra-se num local barulhento onde é perturbado por outros animais ou crianças?
  • A caixa de areia está perto das zonas onde o gato come?
  • A caixa de areia não está a ser limpa com regularidade?

Estes podem ser alguns dos motivos para o seu gato estar a urinar fora da caixa de areia.

Os gatos podem urinar fora da caixa por mudança de ambiente e rotina, stresse ou por algum problema de saúde.

O que fazer se o meu gato manifestar problemas comportamentais

  • Consultar o seu veterinário
  • Descobrir o que causou o comportamento
  • Proteger o gato dos fatores que originaram o problema
  • Não castigar o gato por comportamentos inadequados, a ideia é encaminhar para um comportamento correto.
  • Incentivar o gato a comportamentos normais, como entusiasmá-lo a arranhar em postes arranhadores
  • Pedir ao veterinário que lhe recomende um especialista em problemas comportamentais.

Veja também:

Porque nunca deve punir o seu gato
Porquê o meu gato faz xixi em todo o lado?
Doenças urinárias nos gatos

Gostou do artigo? Então NÃO deixe de PARTILHAR com os amigos!

O post Problemas comportamentais nos gatos aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
http://www.universodegatos.com/problemas-comportamentais/feed/ 0
Doenças Urinárias nos Gatos http://www.universodegatos.com/doencas-urinarias/ Thu, 19 Apr 2018 20:40:27 +0000 http://www.universodegatos.com/gato-doente-copy/ Os Problemas no sistema urinário podem ser graves e requerem uma atenção médica O sistema urinário engloba os rins a bexiga e a uretra. São os rins os responsáveis pela filtração do sangue e pela produção de urina.  Alguns sinais que podem indicar doenças urinárias: Gemer ao urinar Agachar com frequência e urinar pouco Limpar-se …

O post Doenças Urinárias nos Gatos aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
Os Problemas no sistema urinário podem ser graves e requerem uma atenção médica

O sistema urinário engloba os rins a bexiga e a uretra. São os rins os responsáveis pela filtração do sangue e pela produção de urina.

 Alguns sinais que podem indicar doenças urinárias:

  • Gemer ao urinar
  • Agachar com frequência e urinar pouco
  • Limpar-se constantemente por baixo da cauda
  • Alteração da cor da urina
  • Urina turva e não límpida
  • Urinar fora da caixa de areia e em sítios invulgares
  • Aumento de ingestão de água

doenças urinarias

DTUIF

Quando existem distúrbios da bexiga e da uretra, denomina-se  de DTUIF ( Doença do trato urinário inferior felino ) 

Existem causas comuns das doenças urinárias como por exemplo, pedras ou cristais na urina, infecção bacteriana que causa inflamação da bexiga ( cistite), fraqueza e espasmos musculares, stress, anomalias anatómicas, obstrução da uretra.

A cistite sem causa identificável é denominada de cistite idiopática felina.

É possível um gato que só se alimenta de ração seca e que não tem grande acesso a água desenvolver cistite e outras doenças urinárias. É importante que tenha sempre á disposição água fresca e incentivar a ingestão de húmidos.

Se o seu gato fizer várias tentativas de urinar, aparentar ter dor, a urina for escura ou turva  e lamber os órgãos genitais leve-o imediatamente ao veterinário. Ele poderá desenvolver Insuficiência renal.

Podem ser aplicados tratamentos como:

  • difusores de feromonas para minimizar o stress;
  • Cirurgias para aliviar alguma obstrução
  • Antibióticos para tratar infecções bacteriana
  • Dietas para dissolução de pedras

doenças urinárias

Insuficiência Renal Crónica

 

A Insuficiência Renal Crónica (IRC) é muito comum em gatos velhos.

No entanto em alguns casos, as causas podem ser genéticas como é o caso da minha pequena Iris que tem este problema de nascença e já nasceu com anomalias nos rins.

A Insuficiência Renal Crónica acontece porque aos poucos os rins tornam-se menos eficientes em filtrar os resíduos. Assim irá causar uma acumulação de tóxinas no corpo do gato.

Os sinais de IRC podem ser identificados  como:

  • Aumento da urina
  • Aumento da sede
  • Perda de Peso
  • Vómitos
  • Nauseas
  • Pelagem baça
  • Mau Hálito

Actualmente é possivel retardar falência renal através de medicação, dieta, testes de sangue.

 

 

Veja também:

Ajudar um gato sem apetite a voltar a comer
Gato não come, o que fazer?
Como saber se o seu gato está a sentir dor

Gostou do artigo? Então NÃO deixe de PARTILHAR com os amigos!

O post Doenças Urinárias nos Gatos aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
Como cuidar de um gato doente http://www.universodegatos.com/gato-doente/ http://www.universodegatos.com/gato-doente/#respond Tue, 17 Apr 2018 20:40:50 +0000 http://www.universodegatos.com/reproducao-nos-gatos-copy-copy-copy/ Se tem um gato doente saiba que é importante o tratamento que lhe dará em casa para a sua recuperação. Partilhamos instruções simples para poder ajudar seu gato doente a se sentir mais confortável. Criar um espaço de recuperação Mantenha o seu gato doente em casa de forma a poder vigiar o seu comportamento. O espaço …

O post Como cuidar de um gato doente aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
Se tem um gato doente saiba que é importante o tratamento que lhe dará em casa para a sua recuperação.

Partilhamos instruções simples para poder ajudar seu gato doente a se sentir mais confortável.

Criar um espaço de recuperação

  • Mantenha o seu gato doente em casa de forma a poder vigiar o seu comportamento.
  • O espaço onde o gato ficará instalado deve ser aquecido e livre de ruídos.
  • Forneça-lhe comida e água.
  • É importante que as tigelas estejam longe da caixa de areia, os gatos por norma não gostam de ter a tigela perto da bandeja sanitária.gato doente

    A sua caminha deve ser quente e confortável. Poderá colocar uma manta para que ele não sinta frio.Em caso do gato ter baixa temperatura, poderá colocar botijas de água quente

 Como lidar com o meu gato doente?

Um gato quando se encontra doente provavelmente entra em stress com mais facilidade. O simples motivo de lhe dar um comprimido pode o irritar. É importante que tenha paciência, lide com ele com muita calma e tente não lhe transmitir ansiedade.

Poderá usar uma jaula de metal que seja suficientemente grande para deixar o seu gato caminhar. Forre-a com jornais para que ela se mantenha quentinha. Dentro da jaula deverá existir tigela com água e comida, uma bandeja sanitária e uma cama.

Enquanto lhe estiver a fazer algum tipo de tratamento acaricie-o caso ele deixar e fale com ele.

Como lidar com um caso de vómitos

  • se o seu gato tiver vómitos ou diarreia, hora-a-hora tente-lhe dar uma colher de chá com comida, pode ser frango cozido sem temperos e sem pele ou uma ração de dieta apropriada para a sua situação.
  • Após o problema gástrico estar resolvido, vá aumentando as porções de forma gradual. Mantenha-o com estes hábitos durante 3-4 dias.
  • A água que der ao seu gato deve ser fervida e arrefecida. Se o problema gástrico continuar, chame o seu veterinário.
  • Mantenha os olhos e o nariz e a boca sempre limpos, para que ele possa respirar com facilidade e consiga captar os cheiros.
  • Caso exista diarreia, limpe por baixo da cauda com um algodão humedecido em água morna.
  • Se existirem comichões poderá limpar com uma colher de chá de sal dissolvido em 0,5 l de água morna.

Não se esqueça de partilhar as suas dúvidas, espero que este artigo seja útil para si e caso tenha um gatinho doente que ele tenha umas rápidas melhoras para poder voltar ás suas brincadeiras!

 

Veja também:

Ajudar um gato sem apetite a voltar a comer
Gato não come, o que fazer?
Como saber se o seu gato está a sentir dor

Gostou do artigo? Então NÃO deixe de PARTILHAR com os amigos!

O post Como cuidar de um gato doente aparece primeiro no Universo de Gatos Blog.

]]>
http://www.universodegatos.com/gato-doente/feed/ 0