Esporotricose atinge humanos e gatos

Esporotricose em gatos

A esporotricose pertence ao grupo das micoses subcutâneas e também atinge gatos.

A esporotricose é uma doença fungica da pele que é transmissível para humanos e animais como os gatos. Contudo existe tratamento para a esporotricose. Neste artigo fique a saber como é contraída a esporotricose e como a prevenir.

O que é Esporotricose em Gatos

Sporothrix schenckii é um fungo que tem o potencial de infectar a pele, sistema respiratório, ossos e às vezes o cérebro, causando um estado doente chamado esporotricose. A infecção é causada pelo fungo dimórfico (fungo e levedura ) S. schenckii, que tipicamente infecta a via inoculação direta – ou seja, por abrasões da pele ou por inalação. A origem do fungo é ambiental; É naturalmente encontrado no solo, plantas, mas pode ser comunicada através parasitas entre diferentes espécies de animais, e entre animais e seres humanos.
Os gatos tendem a experimentar uma forma grave de esporotricose cutânea, tornando-os um risco ainda maior de transmissão da infecção para outros animais e pessoas. Em gatos, os gatos machos intactos que vagueiam ao ar livre e lutam estão predispostos a feridas, que então oferecem uma rota vantajosa para o fungo entrar no corpo. A infecção também pode ser transmitida por outros gatos, muitas vezes através de arranhões da pele.

Sintomas e tipos

Esporotricose cutânea
lesões na superfície da pele, gânglios linfáticos inchados.
As lesões muitas vezes aparecem inicialmente como feridas ou abscessos que imitam feridas
associadas à luta. As feridas podem ser encontradas na cabeça, na região lombar ou nos membros distais.

Combinação de forma cutânea e linfática – geralmente é uma extensão da forma cutânea, que se espalha através dos linfáticos, resultando na formação de novos nódulos e drenagem de folículos ou crostas. Linfadenopatia (doença linfática).

Esporotricose disseminada
Ocorre quando a infecção inicial se espalha para o corpo para um local secundário
Sintomas sistêmicos de mal-estar e febre;

Esporotricose osteoarticular ocorre quando a infecção se espalha para os ossos e articulações

 

Esporotricose pulmonar
Ocorre como resultado da inalação de esporos de Sporothrix schenckii
O animal infectado corre maior risco de desenvolver pneumonia

Causas

Os animais expostos a solo rico em detritos orgânicos em decomposição parecem estar predispostos a este fungo. Os riscos do gato proporcionam uma maior oportunidade de infecção.
A exposição a animais infectados ou gatos clinicamente saudáveis compartilhando uma casa com um gato afetado estão em risco.

Diagnóstico

O seu veterinário irá realizar um exame físico completo sobre o seu gato, tendo em conta a história da origem dos sintomas e possíveis incidentes que possam ter levado a esporotricose. Será realizado um perfil completo do sangue, incluindo um perfil químico do sangue, uma contagem sanguínea completa e uma análise de urina .
É importante notar que esta é uma doença zoonótica, o que significa que é transmissível para os seres humanos e outros animais, e deverão ser tomadas precauções adequadas para evitar a propagação da infecção. Mesmo se não tiver uma ruptura na sua pele, não está protegido contra a aquisição da doença.

Tratamento

Por causa do seu potencial para a infecção em seres humanos, o seu gato pode ser hospitalizado para o tratamento inicial. Existem disponiveis medicamentos antifúngicos para o tratamento desta infecção. O seu veterinário irá escolher o tipo de tratamento mais adequado para o seu gato. O tratamento geralmente leva algum tempo; Pelo menos várias semanas após o tratamento inicial antes do doente ser considerado recuperado. Enquanto seu gato está a ser tratado, precisará de se proteger da infecção. Use luvas e máscaras, o seu veterinário irá instruí-lo sobre os melhores métodos para minimizar o risco de transmissão.

Prevenção

Embora seja difícil de prevenir a esporotricose devido à sua prevalência no ambiente, é útil determinar a fonte de Sporothrix schenckii, para que possa tomar medidas e prevenir infecções repetidas.

O Blog Universo de gatos não assume qualquer responsabilidade pelo conteúdo desta página.

Este conselho não é um substituto a uma consulta adequada com um veterinário e destina-se apenas como um guia. Entre em contato com o seu veterinário local para aconselhamento ou tratamento imediato se estiver preocupado com a saúde do seu animal de estimação – mesmo que estejam encerrados, existe hospitais que dispõem de turnos diurnos e noturnos. Descubra mais sobre o que fazer em um fora de horas de emergência.

Veja também:

5 Maneiras de criar amizade com gato
Gatinhos quais os cuidados a ter
3 Dicas como fazer o seu gato o amar mais

Gostou do artigo? Então NÃO deixe de PARTILHAR com os amigos!

"Os gatos fazem parte da minha vida, não me imagino a viver num universo sem eles..." Decidi criar este blog por necessidade de partilhar e fundamentalmente ajudar quem necessita de informações, tal como eu. No fundo, apesar de ser um blog, considero este meu trabalho uma fonte de recursos. Há dias que necessito de recorrer a informação para as minhas três gatas e sendo uma delas insuficiente renal com apenas 1 ano de idade... tenho de estar 100% atenta ( a minha fonte de motivação maior! ). Beijinhos e muitos ronrons!! :D

Deixar Mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.