Encontrei gatinhos bebés e agora?

Encontrei gatinhos bebés e agora?

Durante a época mais alta de nascimento do gatinho bebé que é entre a primavera e o verão, é muito fácil encontrar gatinhos bebés ou um gatinho aparentemente abandonado pela mãe.

Quer ajudar, certo? Antes de passar ao resgate, considere estas recomendações.

Gato ou gatinho encontrado

Primeiro: Espere um pouco…

Pode ter chegado até ao gatinho bebé enquanto a mãe saiu á procura de alimento, ou até mesmo ela pode estar apenas em processo de levá-los para um local diferente. Tente determinar se a mãe volta, ou se eles são realmente órfãs.

Para fazer isso, fique longe dos gatinhos. Se ficar muito perto, a mãe não se irá aproximar do seu gatinho bebé. Pode precisar de ir embora completamente antes da mãe voltar para atender os gatinhos. A mãe poderá demorar algumas horas a retornar ao local assim que ela não sinta a presença de alguém.

Se precisar de sair antes da mãe voltar, avalie cuidadosamente se o gatinho bebé está em perigo: se existem cães ou animais selvagens que possam prejudicar os gatinhos? Se a rua tem crianças ou adultos que são susceptíveis de prejudicar os gatinhos? Se estão localizados numa rua com muito transito?

Para poder ajudar é importante saber que pode levar algumas horas até á mãe voltar. Os gatinhos saudáveis podem sobreviver a esse período sem alimento, enquanto estiverem quentes. Um gatinho bebé corre mais risco de ter hipotermia do que propriamente morrer de fome. Durante os meses de primavera e verão, espere um tempo e verifique se a mãe volta.

O melhor alimento para os filhotes é o leite da sua mãe. Retire os gatinhos bebés apenas se eles estiverem em perigo de vida.

Se a Mãe voltar…

Se a mãe retornar e a área for relativamente segura, deixe os gatinhos sozinhos com a mãe até que eles sejam desmamentados. Pode oferecer um abrigo e alimentação regular para a mãe, mas mantenha o alimento e o abrigo a uma distância um do outro. A mãe vai encontrar a comida, mas não vai aceitar o seu abrigo se a comida estiver por perto, porque ela não vai querer atrair outros gatos localizados perto da sua ninhada.

Seis semanas é a idade ideal para tirar os gatinhos da mãe e colocar em adoção.

Saiba como se socializar com gatinhos de rua e como ter sucesso em resgatar uma mãe e seus gatinhos.

 

Se a Mãe não voltar…

Se descobrir que a mãe foi atropelada por um carro, ou se, por qualquer razão ela não está voltando, então sim deve acolher os gatinhos. Isto é crucial para a sobrevivência dos filhotes. Deve estar preparado para este projeto até o desmame, caso decida intervir.

Se resgatar os gatinhos é improvável que irá encontrar logo uma organização com pessoas disponíveis ou voluntários para assumirem a alimentação a curto prazo. Poderá levar alguns dias ou semanas até encontrar alguém que o ajude neste processo. Tenha em conta que pode também ser responsável pelo pagamento de visitas ao veterinário que podem incluir cuidados médicos de emergência, testes de doenças e vacinas. E, finalmente, pode ser responsável pela adopção dos gatinhos em casas permanentes.

Cuidados a ter e como alimentar

Primeiros passos

  • Prepare-se para a alimentação com cuidados adequados antes de dar os gatinhos para adoção.
  • Se achar que deve acolher os gatinhos bebés coloque-os numa transportadora para os transportar. Envolva-os numa toalha mas certifique-se de deixar buracos de ar descobertos para o gatinho bebé não sufocar.
  • Verifique se os gatinhos estão quentes. Estarem quentinhos é mais importante do que a alimentação. Nunca alimente um gatinho frio! Se os filhotes estiverem frios, irá precisar de aquecê-los lentamente. Poderá ver se um gatinho está frio se nas pontas das suas patinhas e / ou ouvidos sentirem frio. Coloque o dedo na boca do gatinho. Se ele se sente frio, a temperatura do gatinho é muito baixa.  Este é um risco de vida e deve ser tratado imediatamente. Aqueça o gatinho lentamente ao longo de 20 minutos e envolva-o numa toalha ou num cobertor de bebé, segurando-o perto do corpo, e continuamente esfregando-o com as mãos quentes.

Alimentação e Eliminação

Os gatinhos recém-nascidos (menos de quatro semanas de idade) não podem comer alimentos sólidos e não conseguem urinar ou defecar sozinhos, por isso deve alimenta-los em torno do relógio e estimula-los a a eliminar as toxinas. Por exemplo, se tem gatinhos com menos de uma semana de idade, eles terão de ser alimentados e estimulados a cada três horas. Isso significa que terá de cuidar deles oito vezes por dia – por exemplo, à meia-noite, 3:00 a.m, 6:00, etc. Se os gatinhos são demasiado pequenos ou doentes, eles podem precisar de ser alimentados a cada duas horas.

Ignorando as mamadas ou superalimentação pode provocar diarréia, o que resulta em desidratação, uma condição que pode ser fatal para os pequenos gatinhos (para não mencionar um aborrecimento para limpar depois). Diarreia exige uma visita ao veterinário.

À medida que a idade dos gatinhos aumenta, o número de refeições por dia que necessitam diminui. Pode iniciar o desmame em quatro semanas de idade.

Fórmulas que substituem o leite

O leite em pó para gatinhos é melhor que o leite liquido enlatado. Recomendamos que use o substituto do leite para gatinho em pó desde o início ou o mais rapidamente possível, de modo a evitar a diarreia.

Certifique-se de que a fórmula em pó que você está usando é fresca, retire a tampa e cheire. O cheiro deverá ser levemente adocicado, como o leite em pó. Se ele tiver um cheiro forte, poderá estar estragado e torna-se perigoso dar ao gatinho bebé. Não utilize qualquer tipo de fórmula após a data de validade.

Depois de aberto, deve ser refrigerado imediatamente e armazenado na geladeira. Não pode o leite aberto fora do frigorífico por muito tempo,poderá se estragar. Pense nisso como leite fresco.

 

 

"Os gatos fazem parte da minha vida, não me imagino a viver num universo sem eles..." Decidi criar este blog por necessidade de partilhar e fundamentalmente ajudar quem necessita de informações, tal como eu. No fundo, apesar de ser um blog, considero este meu trabalho uma fonte de recursos. Há dias que necessito de recorrer a informação para as minhas três gatas e sendo uma delas insuficiente renal com apenas 1 ano de idade... tenho de estar 100% atenta ( a minha fonte de motivação maior! ). Beijinhos e muitos ronrons!! :D

Deixar Mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.